Coworking - Os Escritórios compartilhados como tendência
Coworking

Coworking – Os Escritórios Compartilhados como tendência de modernidade!

28 de junho de 2017
Coworking

Coworking – Uma novidade antiga!

O segmento de Coworking é só uma pequena parcela da equação que faz o mundo mudar a uma velocidade cada vez maior!

Os perfis de consumo das pessoas estão mudando, e a tecnologia está ajudando e as novidades consolidando novos hábitos.

Veja bem!

Instagram, a empresa fotográfica mais valiosa do mundo não vende câmeras!

Uber, a maior empresa de transporte terrestre privado de pessoas, não possui carros!

Airbnb, a maior empresa de hospedagem do mundo, não possui imóveis!

Facebook, a maior empresa de compartilhamento de conteúdos sociais, não cria nenhum conteúdo!!

Hoje você não precisa ter um carro, você pode usar o Uber! Você já tinha o táxi, mas com o Uber suas opções e vantagens aumentaram! Você consegue ver a tarifa que vai pagar antes mesmo de entrar no carro! Você consegue evitar determinados desconfortos que muitas vezes sofremos com o serviço de táxi, como por exemplo, dificuldade em conseguir um taxista que queira fazer uma corrida mais curta!

As coisas estão mudando, e agora você também não precisa ter um Escritório só para você!

Apesar de parecer, o segmento de Coworking, não é propriamente uma novidade! A Associação Nacional de Coworking e Escritórios Virtuais – ANCEV, no Brasil, já tem vinte anos!

Mais recentemente, podemos dizer que nos últimos 5 anos pelo menos, e talvez até impulsionado pelo crescimento da chamada “economia compartilhada”, os termos “Escritório Virtual” e especialmente “Coworking” ficaram bastante mais familiares do público!

Se bem que “Escritório Virtual” e “Coworking” serem conceitos distintos, eles estão naturalmente interligados, pois a maioria dos Escritórios Virtuais oferece serviços de Coworking, e a maioria dos Coworkings oferece serviços de escritório virtual.

Enquanto o Coworking é um espaço de trabalho compartilhado em simultâneo com outras pessoas, normalmente em “openspace”, o Escritório Virtual compartilha salas mas individualmente e consoante agendamento.

Como saber qual a melhor opção para você? Vai depender do seu perfil e da sua necessidade! Sobre isso, podemos falar em outro post!

Seja como for, o que interessa é que hoje o consumidor, tem várias opções alternativas ao escritório tradicional, que muitas vezes se torna num entrave ao empreendedorismo com seus custos fixos altos e que inibem pessoas e empresas de arriscar uma nova ideia, um novo modelo de negócio, com receio de não conseguir honrar seus compromissos com infra-estrutura.

Com o escritório compartilhado, muitas portas se abrem, muitos negócios saem do papel, com um risco muito baixo, pois com um valor  médio de R$ 200,00 mensais, o empreendedor tem oportunidade de ‘montar seu escritório” e testar a sua ideia!

 

Pedro Garcia
36, Graduado em Economia

MBA para Executivos e

Mestrado em Administração pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra – Portugal
Empreendedor e Diretor Executivo da Prime Business Centers